Arquivo da categoria: Organização e Arquitetura de Computadores

O que é JBOD (Just a Bunch of Disks)?

Não é uma configuração de RAID, mas apenas um agrupamento de discos.

No JBOD (Just a Bunch Of Disks) os HDs disponíveis são simplesmente concatenados e passam a ser vistos pelo sistema como um único disco, com a capacidade de todos somada. Os arquivos são simplesmente espalhados pelos discos, com cada um armazenando parte dos arquivos (nesse caso arquivos completos, e não fragmentos como no caso do RAID 0). No JBOD não existe qualquer ganho de desempenho, nem de confiabilidade, ele é apenas uma forma simples de juntar vários HDs de forma a criar uma única unidade de armazenamento. Ele não é uma boa opção para armazenamento de dados importantes, mas pode ser usado para tarefas secundárias, como no caso de servidores de backup.

A diferença entre um JBOD e um RAID 0 Linear é que no JBOD são armazenados arquivos, logo se houver um espaço que não caiba o arquivo no primeiro disco, este arquivo será armazenado no segundo disco. No Caso do RAID 0 Linear, como o armazenamento é em bloco, o espaço no primeiro será todo utilizado, pois um arquivo poderá ter um bloco gravado no primeiro disco e o resto no segundo disco.

Natural de Salvador-BA, é graduado em Analise de Sistemas pela Universidade Católica do Salvador (UCSal, 2003), e Especialista em Engenharia de Software pela Universidade Salvador (2010).

Qual a diferença entre arquivos .com e .exe?

Para que um programa seja executável, um carregador deve ser utilizado. O carregador na maioria das vezes faz parte do Sistema Operacional. Eles são responsáveis em copiar os dados binários do arquivo para a memória para que estes dados seja lidos.

Os carregadores podem ser de dois tipos:

  • Absolutos: O aplicativo que usa carregadores absolutos é associado com localizações específicas de memória, e por isso deve sempre ser carregado na mesma área de memória (.COM)
  • Realocáveis: O programa executável relocável é semelhante ao programa executável absoluto, exceto que os endereços são todos relativos a zero (não são absolutos) – O inicio da memória é marcado pelo registrador base, e o fim pelo registrador limite (.EXE)
  • Natural de Salvador-BA, é graduado em Analise de Sistemas pela Universidade Católica do Salvador (UCSal, 2003), e Especialista em Engenharia de Software pela Universidade Salvador (2010).