Arquivo da tag: Redes de Computadores

O que é Tráfego não-Elástico?

Tráfego não-elástico é o tipo de tráfego que não se adapta facilmente a mudanças de atraso (delay) e taxa de transferência (throughput). Por exemplo: comunicação em tempo real, como voz e vídeo – Se o ocorrer uma deterioração dos requisitos informados ocorrerá uma perda de qualidade podendo tornar a comunicação incompreensível. Os requisitos para o tráfego não elástico podem incluir: taxa de transferência mínima, taxa de sensibilidade ao atraso, suporte a um limite alto de variação de atraso, suporte a altas taxas de pacotes perdidos.

Ao contrário do tráfego não elástico, existe o Tráfego elástico.

O que é Tráfego Elástico?

Tráfego Elástico é o tipo de tráfego de rede cujo aplicação pode se ajustar a grandes mudanças de atraso (delay) e taxa de transferência (throughput). Exemplo: transferência de arquivos, envio e recebimento de e-mail eletrônico, logon remoto, gerenciamento de rede, e acesso web.

Nos exemplos citados a cima, caso ocorra uma mudança de atraso ou de taxa de transferência a transferência poderá demorar mais, contudo o arquivo será transferido corretamente, por isso dizemos que a aplicação se ajusta.

O que é o Tempo de Convergência em uma Rede de Computador?

O tempo de convergência é o período decorrido até que os roteadores concordem e executem uma reação para escolha das melhores rotas e exclusão das rotas ruins, após ter ocorrido uma mudança de topologia. Quando os roteadores chegam a um acordo e a rede está configurada, dizemos que ela atingiu o estado de convergência.

O que é MTU?

MTU, Maximum Transfer Unit, é o tamanho máximo de informação útil que uma PDU de um protocolo pode transportar de uma vez.. Informação útil pois o cabeçalho não é contabilizado.

Por exemplo: O MTU de uma rede Ethernet é de 1500 bytes em um quadro (Quadro é a PDU das redes Ethernet, já que é um protocolo da camada de enlace do Modelo OSI).